Com a chegada da Páscoa, sempre aparece a dúvida: chocolate faz mal à saúde?

Dra. Angélica Pimenta

Páscoa chegando e a primeira coisa que vem à mente são ovos de Páscoa, bombons e uma infinidade de produtos à base de chocolate. E junto vem a dúvida: consumir chocolate faz mal à saúde? Favorece realmente o aparecimento de espinhas/acne?

Para a médica dermatologista Angélica Pimenta, membro titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), o consumo de produtos à base de cacau pode, sim, prejudicar ou até causar mal à saúde, mas apenas se consumido em excesso.

“Claro que com equilíbrio e escolhendo os produtos certos, com o menor teor possível de gordura, não tem risco para a saúde. Mas se o consumo for excessivo, pode aumentar rapidamente o índice glicêmico e acelerar a produção de hormônios que, por sua vez, aumentam a atividade de androgênios, favorecendo o aparecimento de espinhas ou acne”, explica.

A médica alerta que, além da alimentação inadequada, figuram entre as principais causas de espinhas e acnes o tipo de pele: em geral, pessoas de pele oleosa têm maior predisposição; fatores genéticos, alimentação inadequada e situações de estresse, ansiedade e depressão também são desencadeadores.

“Se houver o consumo excessivo de chocolate, é possível que ocorram também sintomas gastrointestinais, por exemplo, náuseas e diarreia, ou dores de cabeça e irritabilidade”, afirma Angélica.

Uma dica da dermatologista é escolher chocolates com teor mais elevado de cacau, que geralmente têm menor porcentagem de gordura. “Chocolates ao leite, por exemplo, têm excesso de leite, açúcar e gordura hidrogenada: melhor evitar”, alerta.