Calvície: Opções de Tratamento para Homens e Mulheres

Dra. Angélica Pimenta
Calvície: Opções de Tratamento para Homens e Mulheres

Índice:

  • Introdução
  • O que é Calvície?
  • Tipos de Calvície
  • Alopecia Androgenética Masculina
  • Alopecia Androgenética Feminina
  • Eflúvio Telógeno
  • Alopecia Areata
  • Causas da Calvície
  • Fatores Genéticos
  • Fatores Hormonais
  • Fatores Nutricionais
  • Fatores Estressantes
  • Fatores Ambientais
  • Fatores Psicológicos
  • Diagnóstico da Calvície
  • Exames para Calvície
  • Tricoscopia
  • Pull Test
  • Exames de Sangue
  • Biópsia de Couro Cabeludo
  • Opções de Tratamento para Calvície
  • Tratamentos Clínicos
  • Minoxidil
  • Finasterida
  • Dutasterida
  • Espironolactona
  • Laserterapia
  • Cirurgia Capilar
  • Microagulhamento
  • Implante Capilar
  • Soluções Caseiras para Calvície
  • Alimentação Saudável
  • Controle do Estresse
  • Suplementos Alimentares
  • Prevenção da Calvície
  • Dicas para Evitar a Calvície
  • Mitos e Verdades sobre Calvície
  • Conclusão

Introdução:

A calvície é a perda parcial ou total dos cabelos que afeta homens e mulheres em diferentes graus. A alopecia androgenética, também conhecida como calvície masculina e feminina, é o tipo mais comum.

Neste post, você encontrará informações sobre o que é calvície, os tipos mais comuns, as causas, o diagnóstico, as diversas opções de tratamento, desde tratamentos clínicos até soluções caseiras, dicas de prevenção e mitos e verdades sobre a calvície.

O que é Calvície?

A calvície é a perda gradual e progressiva dos cabelos, podendo afetar áreas específicas do couro cabeludo ou toda a cabeça.

Tipos de Calvície:

Alopecia Androgenética Masculina:

  • É a forma mais comum de calvície masculina, caracterizada pelo afinamento e perda progressiva dos fios na região frontal e superior da cabeça.

Alopecia Androgenética Feminina:

  • É similar à calvície masculina, porém com menor intensidade. As mulheres geralmente apresentam afinamento dos fios e perda de volume na região central da cabeça.

Eflúvio Telógeno:

  • É um tipo de queda de cabelo difusa que ocorre após um evento estressante.

Alopecia Areata:

  • É um tipo de queda de cabelo em que o cabelo cai em forma de “moedas”.

Causas da Calvície:

As causas da calvície podem ser variadas, mas os principais fatores são:

Fatores Genéticos:

  • A predisposição à calvície é hereditária.

Fatores Hormonais:

  • A produção de hormônios masculinos (andrógenos) pode influenciar na queda de cabelo.

Fatores Nutricionais:

  • Deficiências de vitaminas e minerais podem contribuir para a calvície.

Fatores Estressantes:

  • O estresse excessivo pode causar queda de cabelo.

Fatores Ambientais:

  • A exposição excessiva ao sol, vento e poluição pode danificar os cabelos e levar à queda.

Fatores Psicológicos:

  • A ansiedade e a depressão podem contribuir para a queda de cabelo.

Diagnóstico da Calvície:

O diagnóstico da calvície é realizado por um dermatologista. O médico irá avaliar o couro cabeludo e os fios de cabelo, além de realizar alguns exames para determinar a causa da queda.

Exames para Calvície:

Tricoscopia:

  • É um exame que permite avaliar o couro cabeludo e os fios de cabelo em detalhes.

Pull Test:

  • É um teste em que são puxados alguns fios de cabelo para avaliar a quantidade de fios que caem facilmente.

Exames de Sangue:

  • Os exames de sangue podem verificar se há anemia, problemas da tireoide, déficits nutricionais ou qualquer outra infecção.

Biópsia de Couro Cabeludo:

  • A biópsia do couro cabeludo pode ser necessária em alguns casos.

Opções de Tratamento para Calvície:

Existem diversas opções de tratamento para calvície, a escolha do tratamento mais adequado depende da causa, do tipo de calvície e do grau de perda capilar.

Tratamentos Clínicos:

Minoxidil:

  • Medicamento tópico ou oral que estimula o crescimento dos fios de cabelo.

Finasterida:

  • Medicamento oral que inibe a produção de DHT, hormônio relacionado à calvície masculina.

Dutasterida:

  • Medicamento oral similar à finasterida, utilizado especificamente no tratamento da calvície masculina.

Espironolactona:

  • Medicamento oral diurético, geralmente usado em conjunto com outros tratamentos para queda capilar feminina.

Laserterapia:

  • A laserterapia capilar de baixa intensidade pode favorecer o crescimento capilar

Cirurgia Capilar:

  • O transplante capilar é uma opção efetiva para restaurar o cabelo em áreas com calvície avançada.

Microagulhamento:

  • Pode potencializar os efeitos de medicações tópicas como o minoxidil.

Implante Capilar

  • Técnica cirúrgica em que os folículos capilares saudáveis são retirados de uma região doadora (nuca, por exemplo) e transplantados para áreas com calvície.

Soluções Caseiras para Calvície:

  • Alimentação Saudável: Uma dieta equilibrada, rica em vitaminas e minerais é fundamental para a saúde capilar.
  • Controle do Estresse: Práticas como yoga e meditação podem ajudar a regular o organismo e evitar episódios de estresse que afetam os cabelos.
  • Suplementos Alimentares: Sob orientação médica e/ou nutricional, algumas vitaminas e minerais podem ser recomendados para quem sofre com a calvície.

Prevenção da Calvície:

Seguem algumas dicas que podem ajudar a prevenir a calvície:

Dicas para Evitar a Calvície:

  • Seguir uma alimentação saudável para manter os nutrientes vitais para a saúde capilar.
  • Controlar o estresse
  • Evitar fumar
  • Utilizar produtos capilares adequados, evitando aqueles muito agressivos ou secantes.
  • Evitar penteados apertados por tempo prolongado.
  • Usar chapéu, bonés e protetor solar capilar contra os raios UV.

Mitos e Verdades sobre Calvície:

  • Mito: Lavar os cabelos todos os dias causa calvície. Verdade: Lavar os cabelos com os produtos adequados para o seu tipo de fio é um hábito que beneficia a saúde capilar.
  • Mito: Raspar os cabelos os fortalece. Verdade: Cortar ou raspar os cabelos não interfere diretamente na velocidade de crescimento ou características do fio de cabelo.
  • Mito: Usar boné causa queda de cabelo. Verdade: Geralmente isso não é verdade, no entanto, caso você use bonés apertados por longos períodos e não lave os cabelos da forma adequada, há risco de gerar dermatites e infecções, podendo afetar a saúde do couro cabeludo, sim.

Conclusão:

Embora a calvície seja um problema comum, pode ter um impacto significante na vida emocional das pessoas afetadas. O diagnóstico assertivo da causa e um tratamento correto são fundamentais para interromper a queda e iniciar o processo de recuperação dos fios capilares. Lembrando que para a eficácia das opções de tratamento e para minimizar os impactos psicológicos que podem ser provocados pela calvície, o diagnóstico e início do tratamento precoces são extremamente importantes. Por isso, é imprescindível buscar por acompanhamento com um médico dermatologista especializado em cabelos.