Rosácea

muito comum em diversos tipos de pele, a rosácea é uma doença que cujos principal sma é a vermelhidão da pele, que muitas vezes começa a dar seus sinais entre os 30 e 50 anos, afentando mais mulheres do que homens.
vale ressaltar que a rosácea pode piorar ao longo do tempo, levando a mudanças permanentes na aparência e afetando a autoestima. não há cura conhecida para a rosácea, mas ela é tratável, com excelente controle. existem cinco tipos de rosácea, que são elas:

eritemato telangectasia a pele adquire um tom avermelhado e rosado, principalmente na região centro facial, próximo as asas nasais. o avermelhamento pode ser agravado por vários fatores, entre eles: o álcool, sol, estresse, exercícios físicos e calor. quem possui a rosácea pode ter a sensação de estar com a pele pinicando ou queimando. neste caso, a pele é mais sensível e não se pode utilizar creme abrasivos ou ácidos.

rosácea pápula pustulosa nesse tipo de rosácea, soma-se ao tom avermelhada o aparecimento de lesões como se fossem espinhas. nesse tipo, a rosácea lembra a acne - tanto que por muito tempo foi chamada de acne rosácea. o tipo pápula pustular é mais comum em homens, com períodos de piora e melhora nados.

rosácea fimatosa esse é o tipo menos frequente de rosácea. a pele torna-se espessada, endurecida e avermelhada, com poros dilatados. a rosácea fimatosa é caracterizada pelo aumento e infiltração de áreas como as glândulas sebáceas do nariz e é comum em homens com mais de 50- 60 anos. com o tempo, o nariz pode até dobrar de tamanho. o mento ( queixo) também pode ser comprometido.

rosácea ocular como o nome diz, a rosácea ocular atinge a região dos olhos. cerca de 20% dos casos são descobertos em visita a um oftalmologista. o indicativo da doença é uma inflamação (chamada de blefarite) com avermelhamento e descamação na área dos cílios. este tipo é o mais grave, pode evoluir para a perda da visão.

granulomatosa sua característica principal é o aparecimento de pequenos nódulos acastanhados na face. cerca de 15% dos pacientes com a doença podem ter lesões em outros locais. seu diagnóstico é difícil e requer um alto grau de suspeição por parte do dermatologista. seu tratamento também é um desafio.
AGENDE ATRAVÉS DO WHATSAPP