Hidratante de banho reforça cuidados nos dias frios

Dra. Angélica Pimenta

Não são todas as mulheres que possuem o hábito de hidratar o corpo diariamente, seja por falta de tempo, ânimo, ou até mesmo, por não gostar da sensação do hidratante sob a pele. No inverno, isso pode se tornar um problema, já que esse descuido pode levar à desidratação e diversas doenças de pele. Por isso, para reforçar a camada de proteção da cútis, e impedir a perda acelerada de umidade, basta apostar em um hidratante “in shower”.

Por conta dos preços acessíveis e simplicidade no uso, os hidratantes de banho se tornaram os queridinhos das mulheres práticas. Os hidratantes de banho são compostos de proteínas e vitaminas, oferecendo hidratação imediata, assim como os convencionais. A forma de uso é bem simples, basta utilizar após o uso do sabonete, aplicando na pele molhada e enxaguando em seguida, secando-se normalmente ao sair do banho. Além disso, óleos de banho também são uma boa opção, especialmente à base vegetal, extraídos de plantas e frutas, já que tendem causar menos irritações do que os minerais. Para as futuras mamães acaba se tornando uma ótima opção, já que existem óleos e hidratantes sem conservantes, cheiro e hipoalérgicos, que não causam nenhum tipo de dano para mãe e filho.

A eficácia desses produtos ocorre devido à água. Quando o hidratante entra em contato com a pele molhada é absorvido imediatamente, já que os poros estão mais abertos. Com o enxágue, são eliminados apenas os componentes solúveis, enquanto os ingredientes de ação hidratante permanecem na pele. No entanto, apesar da eficácia dos produtos para banho, não é indicado o abandono por completo de hidratantes convencionais. Uma pele extremamente seca, por exemplo, necessita de uma hidratação com o produto convencional pelo menos de duas vezes por semana. Nesses casos mais extremos, os cremes e óleos de banho devem ser usados como um reforço no tratamento com o hidratante convencional. Pessoas com peles extremamente ressecadas e/ou sensíveis podem apostar em géis emolientes ou hidratantes, pois esses produtos são sintéticos e limpam a pele sem ressecar. Esses produtos mantém o pH fisiológico da pele e hidratam a camada mais externa (estrato córneo) durante o banho.

Vale ressaltar que esse tipo de produto não deve ser aplicado no rosto. A pele do rosto é mais sensível e suscetível à oleosidade, problema que pode se agravar com a aplicação de óleos e hidratantes para o banho. Para evitar problemas, o melhor é lavar o rosto com sabonete ou gel de limpeza, desenvolvido para o seu tipo de pele, e em seguida, hidratar com um creme tradicional. Recomendo que a água do chuveiro seja desligada durante a aplicação, para que assim, evitemos o desperdício e fiquemos ainda mais bonitas!